Medicina - Unilago

Nathane Piloto
Nathane Piloto
Estudante do 3º de Jornalismo Unilago

O surto de febre amarela registrado em todo o Brasil já contabiliza 260 óbitos no período de 1 de julho de 2017 a 6 de março deste ano. Segundo dados do Ministério da Saúde, até o dia 7 de março foram confirmados 846 casos. Ao todo, foram notificados 3.234 casos suspeitos, sendo que 1.560 foram descartados e 828 permanecem em investigação.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus transmitido por mosquito vetor que resulta em viremia. Segundo a infectologista Luciana Souza Jorge, “a viremia é uma multiplicação de vírus dentro do sangue, e isso então vai gerando a doença através de uma reação inflamatória generalizada que ocorre no organismo”. Os sintomas são parecidos com o da dengue, como febre, dor no corpo e nas articulações e podem evoluir a uma forma mais grave e causar a morte. O único meio de prevenção é a vacina.

Crédito: Nathane Piloto de Moraes
O desemprego tem forçado as pessoas a buscarem trabalho sem registro em carteira.
WhatsApp Chat
Enviar mensagem