Blog

Sala de Aula Unilago

Final do ano e para muitos jovens, o encerramento do ensino médio é um marco para o início do desespero. Todas as incertezas que antes pareciam distantes e podiam ser distraídas pelos atividades quotidianas da rotina familiar, estudantil e diversão com as amizades, agora estão tão presentes quanto o momento derradeiro da entrada do time em campo para a partida do final de um campeonato.

Bola em campo, agora é o momento de pôr em prática as ações que deveriam ter sido pensadas a partir do fim do nono ano… Trabalhar, fazer curso técnico, dar um tempo ou começar a faculdade? Para a última questão vamos enumerar alguns pontos importantes que podem ajudar a trilhar um caminho mais lucrativo, não somente em termos monetários mas de satisfação e felicidade.

Alguns podem até apontar que vale mais uma pessoa empreendedora do que alguém com formação acadêmica exuberante. E de uma certa maneira, estão certos pois, como citado a personagem Neo no filme Matrix pelo mentor Morfeu, “Existe muita diferença entre saber o caminho e percorrer o caminho”. Os que buscam aprender muito são tomados pelo senso comum como os conhecedores do caminho. Já os empreendedores são os que percorrem o caminho.

Mas o que dizer daqueles que percorrem o caminho guiados pelo conhecimento adquirido? Esses sim são capazes de ir além. Aos que sabem o que querem fora da Faculdade, o meio universitário pode colaborar para ampliação das oportunidades através da análise de teorias comprovadas e outras inovadoras, network, orientação de professores que atuam como profissionais. Para outros que optam por começar a carreira passando pelo meio acadêmico, devem certamente procurar serem empreendedores e colocar em prática tudo o que está sendo ensinado, e um dos meios mais interessantes é certamente o estágio.

Para muitas profissões existe a obrigatoriedade do Diploma. Mas explicaremos sobre isso e sobre as diferenças nas modalidades de ensino em um próximo texto.

Até lá…